Notícia

Futuro do setor de reposição e as novas oportunidades

O futuro do mercado de reposição automotiva é debate constante entre especialistas que apontam para um cenário positivo, com novas demandas e tecnologias


Rede PitStop

O futuro do mercado de reposição automotiva é tema recorrente em encontros do setor e é também um tópico que está no radar da Rede PitStop para levar informações e tendências aos associados. É importante entender as mudanças do perfil do consumidor e das tecnologias que envolvem os veículos.

Um dos pontos destacados por especialistas do mercado é a necessidade de estar preparado para os diferentes cenários que irão se apresentar. Os profissionais irão se deparar, muito em breve, com veículos altamente tecnológicos e outros mais antigos devido ao envelhecimento da frota.

Para isso, o empresário deve adequar seu negócio e preparar sua equipe para avalição constante do mercado e das necessidades dos clientes. Há também uma oportunidade que se apresenta com a mobilidade compartilhada, no qual é possível estabelecer um relacionamento específico para esse tipo de cliente. E, por fim, é preciso atualizar os colaboradores para os veículos mais novos que estão cada vez mais conectados.

Veículos conectados – Os veículos conectados já são uma realidade, porém o mercado deve evoluir e de forma rápida. Por isso, os reparadores e prestadores de serviços devem estar cada vez mais antenados para entender o que essa conectividade pode gerar de oportunidades.

Haverá a possibilidade de estabelecer uma nova relação com os clientes, já que os veículos terão cada vez mais tecnologias que indicarão o momento da troca de um componente, seja por proximidade do final da vida útil ou por falha. Ou seja, o futuro se mostra positivo, com novas demandas, e quem estiver preparado sairá na frente dos concorrentes.

Consulte sempre o consultor de campo da Rede PitStop para tirar dúvidas e conhecer todos os benefícios exclusivos para associados. 

Fonte: Rede PitStop

28/08/2019

Avalie:

Comentários (0)

Enviar seu comentário