Notícia

Entenda os problemas causados pelo retentor de válvula

Corteco, fábrica apoiadora da Rede PitStop, explica que alguns problemas que podem trazer prejuízos ao motor do veículo podem ser causados por descuidos com o retentor de válvula

Rede PitStop

Geralmente, os motoristas costumam colocar a culpa das pequenas falhas do motor na qualidade do combustível. Mas nem sempre o combustível é o vilão. A Corteco, fábrica apoiadora da Rede PitStop, alerta que essas pequenas falhas pode ser indício de um problema maior, porém causado por uma peça pequena e barata que atende pelo nome de retentor de válvula. 
Ao não se atentar para alguns detalhes na hora da troca do retentor de válvula, o motorista pode ter muitas dores de cabeças depois. Existe um retentor de válvula específico para cada tipo de motor. E, para economizar, alguns motoristas acabam usando o retentor de válvula errado, correndo o risco de danificar o catalisador, queimar a junta e fundir o motor.
Outro alerta é que alguns fabricantes ainda vendem o retentor de válvula por medida, o que é errado e ocasiona perda de performance e aumento no consumo de combustível. Também é preciso ficar atento à taxa de lubrificação. No caso de excesso, o motor expele uma fumaça escura e o catalisador pode ser danificado. Já no caso de um volume menor do que o adequado, o motor pode superaquecer, o que prejudica juntas e válvulas, podendo até travar.
Por ser um detalhe pequeno que causa tantas consequências, muitas vezes não se percebe que tudo isso foi ocasionado por um fator tão simples. E aí o problema é atribuído a outras causas. O segredo é o equilibro da passagem de óleo e o perfil do retentor de válvulas. 
E, lembre-se, cada veículo tem seu retentor. A Corteco fabrica mais de 1 bilhão de retentores de válvulas por ano e é fornecedora de todas as montadoras do mundo.

Fonte: Corteco

26/08/2020

Avalie:

Comentários (0)

Enviar seu comentário