Notícia

Dicas de segurança para uso de ferramentas manuais

A Tramontina PRO, parceira da Rede PitStop, traz uma série de dicas para o uso das ferramentas

Rede PitStop

Com o passar dos anos, a tecnologia das ferramentas manuais evoluem, trazendo mais segurança aos profissionais industriais e automotivos. Isso não exclui, porém, a necessidade de aprendizado constante sobre os equipamentos com dicas simples para o trabalho cada vez mais seguro. Não é somente utilizar o material e sair parafusando, apertando ou cortando em uma rede elétrica, por exemplo. Confira abaixo as dicas da Tramontina PRO, parceira da Rede PitStop, que garantem cuidados extras e, essenciais à rotina do trabalhador.

EPIs:
Use luvas, capacetes, óculos de segurança e os EPIs adicionais necessários para cada tipo de operação.

Ferramentas Isoladas:
Para o trabalho em rede elétrica, utilizar somente ferramentas isoladas.
Elas são indicadas para trabalhos em redes elétricas até 1000 Volts em corrente alternada, ou 1500 Volts em corrente contínua.
Antes de usar a ferramenta, confira se o isolamento não apresenta trinca nem furos.
Teste também a aderência do isolamento ao material metálico.

Carro de Ferramentas:
O carro de ferramentas é um grande aliado para organizar os itens conforme a rotina de trabalho. 
Quando for transportá-lo, certifique-se de que suas gavetas estão fechadas. 
Na hora de colocar na posição de trabalho, lembre-se de travar o freio nas rodas.
Nunca suba no carro de ferramentas para utilizar de escada. 

Martelos:
Sempre que as ferramentas estiverem trincadas, com desgaste excessivo ou com o cabo danificado, esses já são importantes avisos para não utilizá-las. 
Para evitar desgaste na peça, golpeie o martelo sempre perpendicularmente à superfície.

Chaves de Fenda:
Escolha a ferramenta certa para cada tipo de porca e parafuso.
Não utilize cano ou barra de extensão para aumentar a força de torção.
Use sempre a chave perpendicular ao eixo ou porca.
As chaves de fenda servem para apertar parafusos, não como alavancas.
Utilize as chaves com ponta adequada para cada perfil e não altere as dimensões da ponta.

Alicates:
Quando cortar, utilize os alicates perpendicularmente ao eixo do arame, ou objeto a ser cortado.
Não use o alicate como martelo ou chave de aperto, isso reduz sua vida útil.
Não exponha-os ao calor excessivo.

Torquímetros:
O torquímetro deve ser calibrado a cada seis meses, ou cinco mil ciclos, ou quando houver quedas e impactos, esforços excessivos, substituição de componentes ou incerteza de torque.
Nunca ultrapasse o limite do torquímetro.
Quando não estiver utilizando a ferramenta, retorne para o nível mínimo.

Trabalho em Altura:
Quando estiver trabalhando a dois metros ou mais de altura siga a NR 35, norma reguladora obrigatória que evita acidentes mantendo todas as ferramentas devidamente amarradas.

Fonte: Rede PitStop

04/10/2018

Avalie:

Comentários (0)

Enviar seu comentário