Notícia

8 dicas para garantir a segurança ao dirigir na chuva

Fras-le, fábrica apoiadora da Rede PitStop, reforça cuidados que podem fazer toda a diferença para uma direção segura em dias de chuva

Rede PitStop

É provável que a maioria dos motoristas já tenha enfrentado algum desafio ou até mesmo passado por apuros dirigindo na chuva. Afinal, essa é uma condição que pode trazer vários riscos escondidos, exigindo máxima atenção de quem está atrás do volante.

Quando a pista está molhada, é comum que a aderência dos pneus ao solo diminua, o que afeta a estabilidade do veículo e pode gerar sensação de insegurança. Além disso, o volume da chuva também reduz a visibilidade, tornando fundamental ter alguns cuidados nessa situação.

A Fras-le, fábrica apoiadora da Rede PitStop, traz 8 dicas para uma direção segura em dias de chuva!

1. Mantenha uma distância segura do veículo à frente
Para reduzir os riscos de colisão, é importante manter distância dos demais veículos. Se a regra em pista seca costuma ser de respeitar uma diferença de 2 segundos, na chuva, esse intervalo deve ser de, pelo menos, 4 segundos. Dessa forma, você evita acidentes caso seja preciso realizar uma manobra ou freada mais brusca.

2. Utilize faróis baixos quando estiver dirigindo na chuva
As luzes dos faróis são uma ótima alternativa para contornar a visibilidade reduzida dos dias chuvosos. No entanto, é preciso lembrar-se de acionar sempre a luz baixa nessas situações, a mesma que é exigida pelo Código de Trânsito Brasileiro para trafegar nas estradas.
A luz do farol alto reflete diretamente nas gotas de chuva, o que prejudica ainda mais a visão do próprio motorista e de todos ao redor. Por outro lado, a luz baixa permite que os veículos sejam facilmente identificados e torna mais segura a tarefa de dirigir sob chuva.

3. Reduza a velocidade gradualmente
A pista torna-se muito escorregadia quando está molhada. Por isso, trefegar em altas velocidades não é recomendável nessas situações. Quando for surpreendido pela chuva e precisar pisar no freio, lembre-se de que isso deve ser feito de forma gradual até encontrar uma velocidade adequada. Frear de forma repentina pode fazer com que o veículo derrape, dificultando muito o seu controle e criando um grande risco de acidente.

4. Evite as ultrapassagens
Todo motorista que segue as boas práticas de direção defensiva sabe bem que a ultrapassagem em estradas e em rodovias exige uma série de cuidados. Contudo, quando estamos dirigindo na chuva, nem mesmo toda a precaução pode ser o bastante.

Nesse caso, o ideal é evitar esse tipo de manobra, sobretudo em estradas de pista simples. Quando estiver em uma via maior, e a ultrapassagem for realmente necessária, é fundamental redobrar os cuidados e sinalizar seus movimentos. Assim, tanto você quanto os demais motoristas poderão seguir em frente sem grandes sustos.

5. Saiba o que fazer em caso de aquaplanagem
Temida por muitos motoristas, a aquaplanagem pode ser superada mantendo a tranquilidade. Ela acontece quando uma camada de água se forma entre os pneus e o solo, dando a impressão de que o veículo está flutuando por alguns instantes.

Se isso acontecer, o correto é manter o volante em linha reta e tirar o pé do acelerador. Desse jeito, será possível retomar o controle de maneira estável quando a aquaplanagem terminar. Lembre-se de nunca acionar os freios, pois isso pode travar as rodas e até mesmo fazer o veículo capotar no momento em que o contato com o solo for restabelecido.

6. Tenha cuidado em trechos alagados
Trechos alagados nas vias podem esconder diversos perigos. Além da própria altura e força das águas, fica difícil saber se há algum buraco ou outro tipo de obstáculo encoberto que pode atrapalhar ainda mais uma eventual travessia.

Por tudo isso, é indispensável analisar a situação para definir se será possível passar pelo local. Uma dica é observar se há outros carros passando pelo trecho. Em caso de correnteza ou de profundidade que ultrapasse a metade da altura da roda, é mais seguro procurar uma alternativa.

Se decidir atravessar, utilize preferencialmente a primeira marcha em rotação alta, o que vai garantir mais força para superar a resistência da água. Dirija também em velocidade baixa e constante, pois isso evita a formação de ondas à frente do veículo, que pode afogar o motor.

7. Procure locais seguros para parar
Quando a chuva é muito intensa, talvez a melhor opção seja interromper a viagem e aguardar até que as condições melhorem. Nessa hora, é preciso encontrar um local seguro, em que seja possível parar o veículo sem oferecer risco aos outros motoristas.

Se estiver na estrada, procure por postos de serviço ou estacionamentos de comércios que costumam existir às margens das rodovias. Nunca pare no acostamento, pois, devido à baixa visibilidade, você pode ser atingido por outro veículo em movimento.

8. Atente à manutenção preventiva do veículo
Somado às boas práticas para dirigir em dias de chuva, é indispensável manter a manutenção do veículo sempre em dia. Optar pelos cuidados preventivos é a melhor forma de preservar o desempenho e a segurança, reduzindo as chances de imprevistos em qualquer situação.

Entre os diversos sistemas e componentes de um veículo, alguns merecem atenção especial quando o assunto é direção na chuva. Os pneus, por exemplo, devem contar com sulcos suficientes para evitar o acúmulo de água entre eles e o solo. Pneus carecas não garantem a aderência necessária e são um grande risco em pista molhada.

Já no sistema de freios, é importante revisar periodicamente as condições das pastilhas e do disco. Se o seu funcionamento estiver comprometido, a substituição deve ser feita quanto antes. Vale ter atenção também ao desempenho dos limpadores de para-brisa e do sistema de ar condicionado, que evitam que os vidros fiquem embaçados.

Fonte: Frasle 

16/07/2021

Avalie:

Comentários (0)

Enviar seu comentário