Notícia

Fram alerta para manutenção dos filtros da cabine

Fram, fábrica apoiadora da Rede PitStop, traz dicas sobre os cuidados que é preciso ter com os filtros da cabine

Rede PitStop

Muito calor e umidade, vidros fechados, ar-condicionado no máximo e trânsito intenso, seja a caminho do trabalho ou numa viagem para aproveitar o verão. Essa combinação pode provocar diversos problemas de saúde, principalmente quando a limpeza do veículo, a higienização do conjunto de ventilação e a troca do filtro são malfeitas ou ignoradas.

A equipe técnica da Fram, fábrica apoiadora da Rede PitStop, alerta que os donos dos veículos ou gestores de frotas devem tomar certos cuidados para preservar a saúde das pessoas. Primeiro, é preciso comprar o filtro indicado exatamente para o modelo e escolher um produto com qualidade original, capaz de reter os principais poluentes e contaminantes do ar.

Também é fundamental respeitar os intervalos de troca descritos no manual e realizar uma inspeção a cada seis meses. Se o veículo rodar em condições extremas, com muita poluição ou poeira, a atenção deve ser maior. Os motoristas ainda precisam ficar atentos aos sinais de problemas, como o cheiro de mofo, as crises alérgicas e a ventilação fraca.

Por último, apesar da substituição do filtro da cabine ajudar a manter os dutos e o evaporador mais limpos, é preciso fazer a higienização do circuito depois de certo tempo e, em casos mais extremos, até uma desmontagem completa. As oficinas especializadas costumam usar microcâmeras para avaliar qual é o nível de sujeira e o reparo mais indicado.

É sempre importante lembrar que, quando ligamos a ventilação interna, o sistema suga todos os gases tóxicos, fuligens, poeiras, pólens, fungos, insetos e microrganismos presentes no ar. O filtro é a maior proteção contra todos esses contaminantes. A qualidade do ar dentro de um carro sem a manutenção correta é pior do que nas ruas mais poluídas.

Fonte: Rede PitStop

30/07/2018

Avalie:

Comentários (0)

Enviar seu comentário