Notícia

Qual é a diferença entre lubrificante mineral e sintético?

A Shell, parceira da Rede PitStop, traz detalhes para mostrar as diferenças entre lubrificante mineral e sintético

Rede PitStop

O lubrificante que você encontra em sua oficina é, na verdade, a mistura entre óleos básicos e aditivos. Existem dois tipos principais de óleos básicos: o mineral e o totalmente sintético. E a Shell, parceira da Rede PitStop, traz as características de cada um para você saber diferenciar os lubrificantes.

Os lubrificantes para motores chamados de “semissintéticos” ou “de tecnologia sintética” contêm uma mistura desses dois tipos. Os óleos básicos minerais são derivados diretamente do petróleo. Para a produção desse tipo de óleo, petróleo bruto é processado em uma refinaria onde são separadas as frações que se deseja para a produção de lubrificantes. Nesse processo, também são utilizados mecanismos para diminuir a presença de elementos que possam prejudicar as características finais do óleo básico mineral. Alguns processos de refino são mais criteriosos e produzem óleos básicos com melhores características. 

É o caso dos óleos básicos sintéticos que, normalmente, passam por processos muito mais criteriosos e severos que os utilizados na produção de básicos minerais. Além disso, os básicos sintéticos são praticamente livres de certos contaminantes que mesmo após o refino ainda estarão nos óleos básicos minerais e podem prejudicar sua resistência à oxidação e fluidez. Por essas razões, os óleos básicos sintéticos são superiores aos óleos básicos minerais. Uma vez que recebam o correto pacote de aditivos, os lubrificantes sintéticos certamente irão superar os lubrificantes minerais em praticamente todos os quesitos. 

A Shell seleciona óleos básicos de elevada qualidade para seus lubrificantes, sejam eles minerais, semissintéticos ou sintéticos, e, hoje, produz um dos óleos básicos sintéticos mais modernos do mundo por meio de seu exclusivo processo de refino, que transforma o gás natural em um óleo básico de excelente qualidade.

Fonte: Rede PitStop

08/01/2018

Avalie:

Comentários (0)

Enviar seu comentário