Notícia

Fique alerta para verificação de flexíveis do sistema de escapamentos

Flexíveis precisam ser verificados preventivamente a cada 30 mil km, pois evitam a quebra precoce das outras peças que compõem o sistema de escapamentos

Rede PitStop

A Mastra, parceira da Rede PitStop, faz um alerta importante sobre a verificação dos flexíveis que compõem o sistema de escapamentos. Muitas vezes são itens que não recebem muita atenção, mas são os flexíveis que absorvem e reduzem as vibrações vindas do motor, o que garante maior durabilidade ao sistema, principalmente o catalisador, além de isolar o sistema vibrante da cabine dos passageiros do veículo.

Os flexíveis se localizam normalmente na parte frontal do sistema, geralmente no tubo de saída do motor visando eliminar a rigidez do sistema de escapamento no veículo, uma vez que os flexíveis, como o nome já diz, não ficam estáticos.

Basicamente existem quatro formas para saber se os flexíveis precisam ser trocados. Basta “balançar” o sistema e observar de perto algumas situações:
• Se estiverem rígidos é sinal de que já perdeu sua função;
• Se fizer ruído de estalos é porque existe quebra do fole interno;
• Se tiver manchas de fuligem, é sinal de vazamentos, advindos de perfurações;
• Se as “malhas” metálicas estiverem rotas ou rompidas;

Os flexíveis precisam ser verificados preventivamente a cada 30 mil km, pois evitam a quebra precoce das outras peças que compõem o sistema, o que pode causar maiores gastos para o dono do veículo.

Fonte: Rede PitStop

24/01/2018

Avalie:

Comentários (0)

Enviar seu comentário