Notícia

A Rede PitStop veste a camisa do Outubro Rosa

Outubro marca a campanha mundial de prevenção ao câncer de mama. Levantamos informações sobre prevenção, sintomas e fatores de risco

Rede PitStop

O mês de Outubro é sempre muito emblemático pois marcar um movimento mundial conhecido como Outubro Rosa. É neste mês que há mobilização para reforçar a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. A Rede PitStop traz algumas informações importantes para que todos possam compartilhar e ajudar todas as mulheres a entender mais sobre a doença, formas de prevenção e fatores de risco.

O câncer de mama é uma doença mais comum nas mulher, mas homens também podem ser diagnosticados com este tipo de tumor. Então é muito importante realizar o autoexame e saber os principais sintomas: nódulos palpáveis na mama ou região das axilas, alterações na pele que recobre o local do nódulo e região da mama com aspecto parecido a uma casca de laranja.

Fatores de risco – O câncer de mama é mais comum em mulheres que estão na faixa etária acima dos 35 anos. A partir desta idade é importante ficar atenta a alguns fatores que podem predispor o aparecimento da doença: mulheres que tiveram a menstruação precoce; primeira gravidez após os 30 anos; não ter filhos; e menopausa depois dos 50 anos, o que é considerada tardia. O histórico familiar é também um dos principais fatores de risco, principalmente se um ou mais parentes de primeiro grau, como mãe e irmã, tiveram a doença antes dos 50 anos.

Um dos caminhos para a prevenção do câncer de mama é a realização do autoexame. O processo é simples: a mulher deve apalpar as mamas e tentar identificar alguma mudança na região. O autoexame pode ser feito a partir dos 20 anos de idade e deve ser realizado entre o quarto e o sexto dia depois do fim do fluxo menstrual. As mulheres que não menstruam devem escolher uma data para fazer a avaliação.

Vale lembrar que é importante também manter a visita periódica ao ginecologista e a realização rotineira do exame de mamografia. A probabilidade de cura, ao se ter o diagnóstico precoce, é de 95%. Hábitos saudáveis também ajudam na prevenção, como fazer atividade física regularmente, não fumar, ingerir pouca bebida alcoólica e ter uma alimentação equilibrada.

Fonte: Rede PitStop

02/10/2017

Avalie:

Comentários (0)

Enviar seu comentário